Produtos alternativos no controle de fusarium e nematoide em pimenta-do-reino

Resumo: Os principais problemas fitossanitários na cultura da pimenta-do-reino no estado do Espírito Santo estão relacionados com a presença de nematoides e fusariose. Estas doenças, cujo agente etiológico é o Meloidogyne incognita e o fungo Fusarium solani f. sp. piperis, causa a morte da planta reduzindo significativamente o período de produção da lavoura. O impacto da doença tem se agravado nos últimos anos em decorrência da produção de mudas de baixa qualidade, a reutilização das estacas de plantio e a implantação da lavoura em áreas com histórico das doenças. Apesar da problemática ocasionada por essas doenças para a pimenta-do-reino, ainda não existe uma recomendação técnica que permita o controle após o estabelecimento da doença no campo. Vários produtos comercializados na região não possuem validação para a cultura da pimenta-do-reino e nem tem experimentos locais que comprovem sua eficiência. Este projeto procura avaliar a eficácia individual e em conjunto os produtos alternativos no controle da fusariose e do M. incognita em plantios de pimenta-do-reino. Os ensaios serão feitos em campo com avaliação da população de M. incognita e incidência de plantas doentes com Fusarium e a evolução dos parâmetros com a aplicação dos produtos ao longo de 24 meses e em vasos (casa de vegetação) para quantificação do nematoide e a evolução após aplicação do produto. Em campo ainda, avaliará a produtividade e a qualidade dos frutos após aplicação dos produtos. Ao final deste projeto, espera-se oferecer aos produtores de pimenta produtos que possam ser utilizados de dentro de um programa de manejo integrado da cultura.

Data de início: 2017-03-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Marcelo Barreto da Silva
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia BR 101 Norte, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-900