Otimização do horário para irrigação do feijoeiro baseando-se na produção e fitossanidade

Resumo: Neste trabalho propõe-se definir o melhor horário para ser efetuada a irrigação no cultivo do feijoeiro, visando obter uma maior produtividade e uma menor influencia do período de molhamento no surgimento de patógenos, juntamente com o uso eficiente da água, em razão da escassez da mesma na região decorrente da irregular distribuição das chuvas. O experimento será realizado em São Mateus, ES, com delineamento em blocos casualizados tendo quatro repetições e cinco tratamentos que constituirão de (T1 – não irrigado- testemunha; T2 – irrigação às 04h00min; T3 – irrigação às 12h00min; T4 – irrigação ás 17h00min; T5 – irrigação às 21h00min). As variáveis avaliadas serão: a) Produtividade; b) Número de vagens; c) Eficiência de uso da água (EUA); d) Incidência de Antracnose (Colletotrichum lindemuthianum), Ferrugem (Uromyces appendiculatus), e Mancha Angular (Phaeoisariopsis griseola); e) Severidade das doenças.

Data de início: 2016-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Robson Bonomo
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia BR 101 Norte, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-900